sexta-feira, 29 de novembro de 2013

PELE




desfaço pedaços
escuro me traça
desejo sacio
linhas em curvas 
de dedos em nuca 
mulher que me visto 
no sexo fugaz 
mergulho na noite 
orgulho banido 
desprezo sentir 
ateio o vício 
me despe receio 
entrega contida 
de santa bandida 
chegando sem medo 
resposta no corpo 
na entrega insisto 
pudor não anseio... 


Flávia D'Angelo

2 comentários:

mg6es disse...



uma bela casa para as palavras.

bjo

Branca disse...

Brigada migo poeta! Bem vindo, bjs