terça-feira, 15 de abril de 2014



no bate de rede
secura de sede
vontade mordida
azul que derrama
criança me clama
me faço atrevida
viva...

Flavia D'Angelo

Nenhum comentário: